Fé e Paixão – Aline Barros – Audiolivro Narração Humana


'Fé e paixão' conta a história de Aline Barros, entremeada de desafios e vitórias, desde seus primeiros anos no subúrbio do Rio de Janeiro, o primeiro contato com a música, a chegada do sucesso, até a consagração do casamento e do nascimento de seu filho, Nicolas. Neste livro, Aline revela os acontecimentos de sua vida antes, durante e depois do sucesso, e os momentos em que se viu tomada pelo amor de Deus dentro e fora dos palcos.











Fogo Morto – José Lins do Rego – Audiolivro Narração Humana


Em 'Fogo Morto' aparecem todos os elementos regionalistas de José Lins do Rego, servindo este livro de ponte entre os ciclos da cana-de-açúcar e do misticismo e fanatismo religioso. É um romance impregnado de tristeza e de demência. 'Fogo Morto' é um tríptico, derredor de três personagens fortes, que se completam admiravelmente. O centro da obra é o mundo decadente do engenho Santa Fé. Num tom de conversa autêntica, aqui, não só todos os personagens têm profunda força humana, como o próprio engenho se humaniza.









Entre O Amor E A Paixão – Lesley Pearse – Audiolivro Narração Humana

No início da primeira guerra, Jimmy, o marido de Belle Reilly, é levado para as trincheiras mortais do norte da França e Belle percebe que não pode ficar de braços cruzados quando tantos estão sacrificando suas vidas. Armada de coragem e boa vontade, ela se torna voluntária como motorista da Cruz Vermelha, também na França. Então, enquanto cumpre seu dever humanitário, um trágico acidente lhe coloca frente a frente com Etienne — o homem que fez parte de seu passado e a quem nunca esqueceu completamente. Dividida entre a paixão proibida por Etienne e a lealdade e amor por Jimmy, Belle encontra-se em uma situação impossível. A confusão de seus sentimentos, misturada à escuridão da mais brutal das guerras, a levará a sucumbir para sempre, ou a força da vida será maior e a conduzirá, finalmente, à verdadeira felicidade?


Edgar Allan Poe o Mago do Terror Romance Biográfico – Jeanette Rozsas – Audiolivro Narração Humana


Uma vida marcada por perdas, por decepções, desde a infância. Uma pessoa dotada de genialidade e sensibilidade peculiar, como nos revela Jeanette Rozsas, com sua extensa pesquisa, ricamente ilustrada. Em seus contos, Poe iria explorar um mundo estranho e trazer seus leitores para um domínio no qual a realidade escapava, tornava-se um vulto pertubador. Edgar Allan Poe, o Mago do Terror é a biografia romanceada de um dos autores mais inovadores e, até hoje, mais intrigantes da literatura mundial. Os leitores vão conhecê-lo mais a fundo e se emocionar com o misto de tragédia e glória desse homem condenado a ser escritor. Luiz Antonio Aguiar.





Eles não usam black-tie – Gianfrancesco Guarnieri – Audiolivro Narração Humana

Eles Não Usam Black-Tie é uma peça escrita em 1955 pelo autor Gianfranscesco Guarnieri em 3 atos e 6 quadros que fala sobre a classe operária na década de 50 no Rio de Janeiro, a greve dos operários e como isso afeta a vida de uma família do subúrbio. Peça que fez muito sucesso na época e até hoje o faz. Foi apresentada em várias capitais brasileiras e em países como Argentina , Uruguai, Chile e Alemanha. O livro é como se fosse o roteiro dessa peça , dividido no mesmo formato. A prosa é no estilo dos subúrbios: linguagem informal e sem honoríficos. É uma leitura leve, que conforme vai avançando você acaba gostando desse estilo de narrativa. Há uma pequeno conflito de ideologias entre o pai da família Otávio e o filho Tião, onde o pai defende fervorosa e apaixonadamente a greve para aumento de salários , enquanto que o filho observa que fazendo greve pode-se perder o emprego e ficar de mãos abanando. O que gera consequências no Ato III.

Prazeres Malditos – Laurell K. Hamilton – Audiolivro Narração Humana

Expoente da literatura gótica norte-americana da atualidade, a escritora Laurell K. Hamilton já vendeu mais de seis milhões de livros, em 16 idiomas, da série protagonizada pela sexy caçadora de vampiros Anita Blake. O sucesso da autora, freqüentadora assídua das listas de mais vendidos americanas, mostra que o gótico não sai de moda e que, desde clássicos como Frankenstein, de Mary Shelley, e Drácula, de Bram Stoker, até o contemporâneo Entrevista com o vampiro, de Anne Rice, vampiros, zumbis e todo tipo de criaturas extraordinárias continuam à solta no universo literário. 'Prazeres Malditos' é o primeiro de uma série de livros protagonizados por Anita Blake, uma típica garota urbana contemporânea, descolada e bem-humorada, que ganha a vida de uma maneira peculiar: caçando vampiros e ressuscitando mortos. Através dessa ghostbuster contemporânea, a autora dá um tom original e divertido a histórias sobrenaturais, que continuam atraindo a atenção de milhões de leitores em todo o mundo. As aventuras apimentadas de Anita Blake ganharão ainda adaptação para o formato graphic novel, que a Marvel Comics pretende colocar em breve no mercado.

Ele veio para libertar os cativos – Rebecca Brown – Audiolivro Narração Humana



Ele Veio Para Libertar os Cativos (Rebecca Brown) é um livro, lançado pela editora Dynamus, que irá abrir os seus olhos para a realidade que nos cerca. Satanistas não são só aqueles que andam de preto e se dizem adoradores de satanás, satanistas verdadeiros estão infiltrados em todos os lugares, inclusive na igreja.













Doce Manuela – Júlio José Chiavenato – Audiolivro Narração Humana

Manuela é menina negra e órfã, que mora com a avó e o irmão pequeno. Sustenta a casa catando ferro e papel velho nas ruas. Estuda no segundo grau porque é obstinada. Está no time de vôlei e sonha um dia ser jogadora importante e tem apoio do professor Turco e do professor de Educação Física. Um dia, ao catar latas velhas nos fundos de um supermercado, é confundida com assaltante e presa. Levada à cadeia, está tão assustada que não consegue se defender. Seu caso, de modo exagerado, acaba no rádio. Professores e amigos vão à cadeia e a soltam, mas Manuela está tão infeliz que pensa em desistir da escola. Uma pessoa se solidariza, mas é um velho, Tavico, quem persistirá junto às autoridades e aos jornalistas para conseguir a total reabilitação da menina, que pode enfim encontrar tanto um namorado como a dignidade na escola.


Lobos do Mar – Torben Grael – Audiolivro Narração Humana


Após se tornar o maior medalhista olímpico do esporte brasileiro, ganhando cinco medalhas — sendo duas de ouro —, Torben Grael decidiu realizar o sonho de todo velejador: participar da lendária regata de volta ao mundo. Como comandante de um barco com tecnologia de ponta construído no Brasil, o Brasil 1, ele percorreu 31.250 milhas náuticas, mais de 57 mil quilômetros, competindo com alguns dos principais nomes da vela. Lobos do Mar narra a aventura, que foi acompanhada por milhares de brasileiros e durou 9 meses.









Profetas e Reis – Ellen G. White – Audiolivro Narração Humana



O livro perfeito e mais completo para quem deseja conhecer a história dos reis e profetas de Israel. Ellen G. White descreve com precisão a trajetória dos homens que marcaram a história antiga. A vidas dos bons e maus reis de Israel nos farão meditar a respeito dos benefícios de seguir uma vida de obediência a Deus. O leitor conhecerá muitas profecias para o nosso tempo e para o futuro. 











Encontro no Nevoeiro – Johannes Mario Simmel – Audiolivro Narração Humana



Reunião de sete novelas de J. M. Simmel - A melodia ; Encontro no nevoeiro ; Necrológio para Pierre Lamuir, assassino ; O caminho sem fim ; A aventura do pequeno Waldemar ; O julgamento e O sorriso . Um mosaico de situações, reais ou imaginárias, que serve como sinal de alarme para os frágeis indecisos e alienados da visão da esperança.













Kama Sutra – Vatsyayana – Audiolivro Narração Humana

"Kama", em sânscrito, significa desejo, amor, prazer sexual; "sutra", ensinamentos transmitidos em forma de regras, preceitos ou aforismos. Porém, o Kama Sutra não é apenas sobre posições amorosas e outras maneiras de atingir o prazer sexual. Trata-se de um livro sobre a arte de viver que aborda diversos aspectos da vida humana: como relacionar-se com outras pessoas, obter sucesso, conseguir o que se quer, agir e se comportar em diferentes circunstâncias, encontrar o par ideal, fazer amigos, cuidar da casa e ganhar e gastar dinheiro. A origem do que hoje se chama de Kama Sutra perde-se na mitologia: seria um tratado muito antigo, com mil capítulos, surgido da energia liberada da união do deus Shiva e de sua consorte Parvati: Nandi, o touro sagrado guardião de Shiva, tomado por grande inspiração, recitara os versos durante o enlace sexual dos deuses. Em alguma época do período Gupta (do século IV a VI), o sábio Vatsyayana debruçou-se sobre a tradição de textos eróticos (kama shastra), anteriormente trabalhada por outros sábios, compilou e fixou a versão que ora o leitor tem em mãos. O Kama Sutra de Vatsyayana (primeiramente apresentado ao Ocidente pelo explorador inglês Richard Burton, no século XIX) oferece uma inestimável visada do estilo de vida dos indianos – um dos povos que mais valoriza a alma e as relações humanas. E se, séculos atrás, era um manual de conduta para todos os cidadãos, mostra-se pertinente ainda hoje, ao tratar de assuntos do corpo e do coração.

Diário de Bordo – André Homem de Mello – Audiolivro Narração Humana


O livro narra um dos maiores feitos da vela oceânica brasileira: a volta ao mundo em solitário, sem escalas, pelo Oceano Austral. A viagem empreendida por André Magalhães Homem de Mello durou seis meses e foi feita através da região mais perigosa para navegação do planeta. Em sua rota, o autor passou pelo Cabo da Boa Esperança - também conhecido como Cabo das Tormentas, pelo Cabo da Leeuwin, na Austrália, pelo sul da Nova Zelândia e pelo temido Cabo Horn, no extremo sul da América do Sul. Foram 19.390 milhas náuticas navegadas. 'Diário de Bordo' não se limita à narrativa da volta ao mundo. André também conta a outras importantes viagens que empreendeu antes de aventurar pelo Oceano Austral.




Lolita – Vladimir Nabokov – Audiolivro Narração Humana

Lolita é um dos mais importantes romances do século XX. Polêmico, irônico, tocante, narra o amor obsessivo de Humbert Humbert, um cínico intelectual de meia-idade, por Dolores Haze, Lolita, 12 anos, uma ninfeta que inflama suas loucuras e seus desejos mais agudos. A obra-prima de Nabokov, agora em nova tradução, não é apenas uma assombrosa história de paixão e ruína. É também uma viagem de redescoberta pela América; é a exploração da linguagem e de seus matizes; é uma mostra da arte narrativa em seu auge. Através da voz de Humbert Humbert, o leitor nunca sabe ao certo quem é a caça, quem é o caçador. Nabokov compôs a maior parte do manuscrito — que ele mesmo chamou de “bomba-relógio” — entre 1950 e 1953. Nos dois anos seguintes, ouviu recusas de cinco editoras norte-americanas (“pura pornografia”, disse-lhe uma). Em 1955, foi finalmente aceito por uma obscura editora francesa, a Olympia Press. Em junho, assinou o contrato; em outubro, recebeu os primeiros exemplares, cheios de erros tipográficos. O livro inicialmente não foi bem-recebido; uma revista pensou em publicar trechos, mas foi desaconselhada por advogados. No início de 1956, sua sorte mudou. Graham Greene havia colocado Lolita entre os melhores livros de 1955 numa edição do Sunday Times. A repercussão cresceu; em agosto de 1958, foi finalmente publicado nos EUA. Em setembro, alcançou o primeiro lugar na lista de mais vendidos. O sucesso faria com que Nabokov deixasse de dar aulas para viver apenas de sua literatura.


Estórias da Casa Velha da Ponte – Cora Coralina – Audiolivro Narração Humana

Como toda residência de interior habitada muito tempo pela mesma família, a casa velha da ponte vivia cheia de histórias. Construída 'em pedra, madeirame e barro', com as suas 'folhas de portas pesada de árvores fortes descomunais serradas a mão', a sua senzala desativada e seus imensos portais, a própria casa já era uma parte viva da história da cidade de Goiás Velho. As suas paredes presenciaram histórias de amor e suicídios de escravos, enquanto lagartixas buscavam as brechas para se aquecer. Um dos antigos proprietários, recebedor dos quintos reais, tinha se apossado do dinheiro do estado. Para fugir à prisão, teria ocultado no porão moedas e barras de ouro, dando origem assim à lenda do tesouro enterrado. Mais tarde, em época de esplendor, a família só 'almoçava sua gorda feijoada goiana em pratos e talheres de ouro'. Tradições como essas embalaram a infância de Cora Coralina, criada na velha casa, já então decadente, 'cerradas portas e janelas, resguardando de olhar estranho o desmazelo e a pobreza que se instalavam'. Essas histórias domésticas e outras vividas na cidade, que impressionavam a menina, são o material vivo e humano do livro, registro de velhas tradições e, ao mesmo tempo, retrato fiel e pitoresco de uma comunidade do Brasil

Laços de Família – Clarice Lispector – Audiolivro Narração Humana

Laços de Família, publicado pela primeira vez em 1960, é um tesouro da ourivesaria literária. São treze contos, hoje tidos como clássicos. Entre eles, os festejadíssimos 'Amor', 'O crime do professor de Matemática', 'O búfalo' e 'Feliz aniversário', adaptado para a televisão por Ziembinsky. Neles s personagens são sempre surpreendidos por uma modalidade perturbadora do insólito, no meio da banalidade de seus cotidianos. Clarice cria situações onde uma revelação, que desconstrói e ameaça a realidade, desvela a existência e aponta para uma apreensão filosófica da vida. Em Laços de família, Clarice aprofunda sua técnica narrativa em uma abordagem quase fenomenológica. Trata da solidão, a morte, a incomunicabilidade e os abismos da existência através da rotina de dona-de-casa, do mergulho trágico em uma festa familiar nos 89 anos da matriarca, da domesticação da natureza mais selvagem das mulheres, ou dos pequenos crimes cometidos contra a consciência, contra o drama do professor de Matemática diante do abandono e da sacerdotisa da nossa literatura.

Guerreiros da Vida – Marcia Kupstas – Audiolivro Narração Humana

Guerreiros da Vida Uma das coisas mais terríveis em se ficar doente é não ter resposta. A gente descobre que esperar é uma coisa bem diferente de ter esperança (...) Reli alguns trechos antigos deste Diário do Câncer. Aprendi muita coisa, Lucas, muita-muita-muita mesmo, nesses meses. Sobre mim mesmo, sobre os amigos falsos e verdadeiros. Como o Grupo foi importante nesse tempo de espera. E como a doença mudou coisas na nossa Família. Os Jovens têm a vida pela frente.. E quando isso não é verdade? E quando um grupo especial de jovens tem de lutar com todas as forças e esperanças pelo futuro? Ulisses tem 14 anos e uma doença grave. Resolve registrar tudo num diário para que seu irmão, Lucas, de 4 anos, saiba mais sobre ele, no futuro, 'se acontecer o pior'. No Instituto onde se trata, Ulisses conhece vários outros jovens que também passam pelo mesmo desafio de lutar pela vida. As trocas de experiências no grupo de Apoio revelam pessoas corajosas, que acreditam que a pior doença é o silêncio...

Famílias Restauradas – Padre Léo – Audiolivro Narração Humana


A restauração da família é uma obra contínua, constante. Cada dia damos um passo. Não é algo mágico. É uma longa caminhada. E uma longa caminhada se faz com pequenos passos, na firmeza, na renúncia, no sacrifício, na luta, na garra. - O objetivo desse livro é contribuir para que, cada vez mais, haja famílias restauradas pela graça de Deus, famílias apóstolas da restauração de outras famílias, famílias cheias do Espírito Santo.










Fahrenheit 451 – Ray Bradbury – Audiolivro Narração Humana

Escrito após o término da Segunda Guerra Mundial, em 1953, Fahrenheit 451, de Ray Bradubury, revolucionou a literatura com um texto que condena não só a opressão anti-intelectual nazista, mas principalmente o cenário dos anos 1950, revelando sua apreensão numa sociedade opressiva e comandada pelo autoritarismo do mundo pós-guerra. Agora, o título de Bradbury, que morreu recentemente, em 6 de junho de 2012, ganhou nova edição pela Biblioteca Azul, selo de alta literatura e clássicos da Globo Livros, e atualização para a nova ortografia. A singularidade da obra de Bradbury, se comparada a outras distopias, como Admirável Mundo Novo, de Aldous Huxley, ou 1984, de George Orwell, é perceber uma forma muito mais sutil de totalitarismo, uma que não se liga somente aos regimes que tomaram conta da Europa em meados do século passado. Trata-se da “indústria cultural, a sociedade de consumo e seu corolário ético – a moral do senso comum”, segundo as palavras do jornalista Manuel da Costa Pinto, que assina o prefácio da obra. Graças a esta percepção, Fahrenheit 451 continua uma narrativa atual, alvo de estudos e reflexões constantes. O livro descreve um governo totalitário, num futuro incerto, mas próximo, que proíbe qualquer livro ou tipo de leitura, prevendo que o povo possa ficar instruído e se rebelar contra o status quo. Tudo é controlado e as pessoas só têm conhecimento dos fatos por aparelhos de TVs instalados em suas casas ou em praças ao ar livre. A leitura deixou de ser meio para aquisição de conhecimento crítico e tornou-se tão instrumental quanto a vida dos cidadãos, suficiente apenas para que saibam ler manuais e operar aparelhos.

Escutando Sentimentos - Wanderley S. de Oliveira (Espírito Ermance Dufaux) – Audiolivro Narração Humana




Neste clássico de Ermance Dufaux, descobrimos que escutar sentimentos é entrar em contato com quem realmente somos. Um manifesto de libertação, repleto de descobertas íntimas que podem revitalizar a nossa vida.